Prêmio Jovem Comunicador

As inscrições para o Prêmio Jovem Comunicador foram prorrogadas até o dia 29 de fevereiro.

Prazo máximo para os jovens comunicadores, que fazem parte das Agências de Comunicação Educativa, poderão produzir os trabalhos nas categorias : vídeo de bolso, animação, peça radiofônica, texto e fotografia.

As produções deverão abordar duas temáticas: histórias da minha cidade (bairro) e inclusão.

Os trabalhos publicados neste post foram produzidos pelas Agências de Matinha (Animação Favela) e São João Batista (Vídeo de bolso Eu Não Sei Ler) exibidos durante a oficina de animação 2D em Penalvaer.

Anúncios

Melhor Blog 2009 – São João Batista

A Agência de Comunicação Educativa de São João Batista foi a grande vencedora da categoria Blog, do Prêmio Jovem Comunicador 2009.

O Blog da Agência, que existe há seis meses, venceu 5 das 6 etapas realizadas, entre julho e dezembro deste ano. A categoria foi avaliada mensalmente e apenas na primeira etapa houve um resultado diferente, com a divisão do prêmio entre as Agências de Palmeirândia e São João Batista (cada uma recebeu a quantia de 150 reais.

Parte da premiação foi entregue na cidade de Penalva, durante Oficina de Animação 2D, com a entrega de uma Câmera Fotográfica, adquirida com recursos referentes a premiação. Os representantes da Agência de São João Batista Jailson Mendes e Josielson Figueiredo receberam o prêmio e falaram sobre essa conquista da agência.

Oficina de Animação 2D – Resultados

A segunda etapa da Oficina de Animação 2D – Projeto da Rede de Jovens Comunicadores apoiado pelo Instituto Baixada – aconteceu no último fim de semana, na cidade de Penalva e contou com a presença de representantes das Agências de Comunicação Educativa dos seguintes municípios: Arari, Matinha, Olinda Nova do Maranhão, Penalva, São Bento, São João Batista e São Vicente Férrer.

Na oficina ministrada pelo ilustrador João Custodes, os jovens comunicadores puderam ampliar seus conhecimentos sobre o programa Adobe Flash, explorando algumas ferramentas para o desenvolvimento de animações, como a construção de personagens, movimentos, fala, etc.

A oficina foi recheada de exercícios, para que os jovens pudessem colocar em prática os conhecimentos adquiridos (publicaremos alguns desses exercícios, num post a parte).

Abaixo, seguem algumas imagens do encontro em Penalva.

Projeto Ilha em Edição retoma as atividades

As atividades do Projeto Ilha em Edição foram retomadas nessa quinta-feira, 21/01, na Sede do Formação, na Rua das Limeiras

As jovens comunicadoras Adeliane, Elaine e Angélica iniciaram a edição final do vídeo produzido pela Agência de Comunicação Educativa do Tibiri. A temática abordada pelo vídeo é a relação da juventude e trabalho nos dias de hoje.

A previsão é que até o final de fevereiro o vídeo seja concluído.

Projeto Animação 2D – segunda etapa

A cidade de Penalva irá receber neste fim de semana a segunda oficina do Projeto Animação 2D, elaborado pela Rede de Jovens Comunicadores e apoiado pelo Instituto Baixada.

O projeto tem como objetivo principal: a democratização da linguagem audiovisual, através da realização de oficinas de animaçãoem 2D e 3D, que irão expandir a formação de jovens integrantes da rede de comunicadores da Baixada e de crianças e adolescentes do ensino publico.

A primeira etapa da oficina foi realizada nos dias 10 e 11 de outubro de 2009, na cidade de Matinha. Cerca de 20 jovens comunicadores participaram desse momento.

Assim como na primeira oficina, o ilustrador João Custodes (São Luís), será o responsável em repassar os conhecimentos sobre o programa flash e suas aplicabilidades para o desenvolvimento de animações. Nessa nova etapa também haverá a disseminação de conteúdo de animação 3D.

Conferências de Comunicação

Taí um assunto que vale a pena voltar a tona: as Conferências de Comunicação.

A estadual realizada no Convento das Mercês já havia dado o tom de como seria o debate entre as diferentes representações, cujos interesses na área são também muito diferentes.

A organização do evento, que cabia ao Governo do Estado, foi de última hora, mostrando que a falta de interesse na discussão sobre as políticas públicas de comunicação não era exclusividade dos empresários.

A Rede de Jovens Comunicadores teve uma boa representação e em alguns momentos participando do debate. Aliás, jovens que expressam seuspontos de vista parecem deixar atônitos aqueles que sobrevivem alimentando a base de pão e circo seus currais eleitorais.

Os jovens comunicadores da Baixada: Francivaldo Moraes, Jailson Mendes e Richardson Pereira foram eleitos delegados pela sociedade civil e viajaram para Brasília, onde representaram, junto com outros companheiros, a sociedade civil maranhenses.

No final das contas, todas as propostas levantadas não puderam ser apreciadas pela Conferência Nacional, porque os dados não foram passados dentro do prazo estipulado, falha imperdoável e que demonstra mais uma vez a falta de interesse nessa discussão.

Sobre a Conferência Nacional, indicamos a leitura das propostas aprovadas, que podem ser lidas aqui

Apesar de todas as dificuldades e resistências, vale ressaltar a importância da iniciativa de se realizar pela primeira vez no país uma conferência para discutir as questões relativas a comunicação.