Apresentação

Arte Prêmio Jovem Comunicador 2008

Arte Prêmio Jovem Comunicador 2008

O Prêmio Jovem Comunicador caracteriza-se por ser uma iniciativa de produção de conteúdo local, através das diferentes linguagens e ferramentas de mídia, que promove a democratização do acesso e produção de bens culturais em onze municípios maranhenses (Arari, Belágua, Cajari, Matinha, Palmeirândia, Penalva, Olinda Nova do Maranhão, Santa Inês, São Bento, São João Batista e São Vicente Férrer), que apresentam baixos indicadores sociais e estão excluídos do direito de liberdade de expressão porque não possuem canais de comunicação, que garantam o exercício desse direito.

A iniciativa tem como base a experiência de comunicação educativa desenvolvida, desde 2003, pelo Conjunto Integrado de Projetos (CIP) Jovem Cidadão, prioritariamente, no território Campos e Lagos Maranhenses. O CIP Jovem Cidadão coordenado pelo Instituto Formação e desenvolvido em parceria com uma série de aliados e apoiadores há cinco anos, tem como objetivo a melhoria da realidade das populações que habitam essa região. Os eixos norteadores de todo o trabalho são: a democratização, o desenvolvimento e a cidadania.

A proposta de uma comunicação educativa é baseada em princípios, como solidariedade, ética, democracia, promovendo o acesso da comunidade as novas tecnologias de informação e comunicação, assim como as ferramentas de mídia, proporcionando, especialmente a juventude, o direito a comunicação, através de oficinas, Programa de Formação em Comunicação Educativa, Telecentros, etc.

Eles fazem parte de uma Rede de Jovens Comunicadores, organizada nos municípios em Agências de Comunicação Educativa, estruturadas a partir de telecentros, com equipamentos, como câmeras fotográficas e filmadoras disponíveis para a produção de conteúdo.

Dessa forma, o Prêmio Jovem Comunicador funciona como uma ação capa de estimular o trabalho permanente dessas agências, produzindo vídeos, áudios, textos, fotografias e animações.

Anúncios